Tiago 1.16-18

Crer e Observar - Carta de Tiago

TIAGO 1.16-18 “Não vos enganeis, meus amados irmãos. Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das lizes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança. Pois, segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas.”

Devemos saber que somos o alvo da bondade de Deus!

Muitas vezes ficamos perplexos ante as muitas lutas pelas quais passamos. Em certos momentos somos tão afetados que nos vemos impedidos de exercer maior confiança no Senhor. Ele nos ordena que o conheçamos e prossigamos em conhece-lo (Os 6.3).  A falta de sabedoria é o que nos arrasta para essa situação. Essa falta de sabedoria corresponde ao engano do nosso coração a respeito do Ser e da Pessoa do nosso Deus (v16).

Em meio às provações, podemos estar certos de algo: que de Deus procede todo o bem; dele vem apenas o que é bom, ou que conduz pelo caminho melhor. Esse caminho é apertado, difícil, e leva a uma porta que é estreita por onde poucos entram. Porém, mesmo que andemos por um vale mortal, o Senhor será conosco. Deus é bom, afirma a sua palavra e a sua misericórdia dura para sempre. Descansemos! Nosso Pai não muda. Sua bondade para conosco é infinita, iluminado a nossa jornada (v17).

Sendo Deus totalmente santo, segue-se que sua vontade é santa e a sua palavra verdadeira. Mais que isso, sua palavra é a verdade (Jo 17.17). Ela é a lâmpada que torna visivelmente clara a nossa caminhada de obediência. Isso corresponde aqui que do mesmo modo como a palavra de Deus tem poder criador (Gn 1), também tem ela poder recriador, regenerador, redentivo. Nascemos de novo pelo poder de Sua palavra e com Ele reinaremos (v18).

Rev. Emerson Silva.

Nenhum comentário: